O DIA EM QUE QUASE MORRI DE VERGONHA

Ligado . Publicado em Artigos

16831121 657446961047339 4438595906431690694 n

Trabalhei quase 30 anos na radiofonia do vale sanfranciscano. De diretor, gerente, programador, locutor, apresentador de noticiários, etc, fiz de tudo.

Em uma das transmissões externas assisti a um fato que me marcou muito.

Fazendo a cobertura jornalística de um evento no bairro Santo Antônio, estando presentes o prefeito e sua equipe, vereadores, e outras autoridades de Juazeiro, ali também estava o convidado de honra, Dom Thomás Guilherme Murphy, bispo bastante carismático e querido da diocese.

Após as autoridades tomarem seus assentos foi anunciada a abertura da Sessão; momento em que todos ficaram de pé, e se perfilaram para o tradicional cântico do Hino Nacional Brasileiro! 


Postura de respeito. Silêncio. E houve então uma relutância, por um período de um a dois minutos, enquanto as pessoas se olhavam umas para as outras aguardando quem daria início; até que alguém “puxou” e os outros acompanharam... Só que, por infortúnio,alguns segundos depois as frases foram se misturando e sendo confundidas com a letra do Hino da Bandeira, do Hino do Soldado e outros, e ninguém se entendia mais!

16806639 657447027713999 6577766468398060690 nAs autoridades políticas que compunham a mesa parece, não sabiam do prosseguimento do Hino Nacional! As pessoas começaram a disfarçar vontade de rir...

Nisto, ouve-se uma voz, segura e firme, a cantar, estrofe por estrofe - embora com sotaque norte americano - o nosso Hino pátrio! Tratava-se de Dom Thomás! 

Enquanto ele cantava todo o hino os demais apenas arremedavam, tentando acompanhar a letra magistralmente pronunciada pelo digno prelado!

Naquele momento, enquanto facilitava-lhe o microfone eu me sentia envergonhado em ver um cidadão americano cantando com desenvoltura o nosso hino maior, em um evento cívico, enquanto os demais que se faziam presentes (todos brasileiros!) não lembravam ou não sabiam a letra!


Nunca mais esqueci isto.


(Foto 1:  Dom Thomás, o terceiro sentado, à esquerda. foto 2 : Dom Thomás, batina branca. No extremo direito, eu, também de roupa branca rsrsrs)

Jota Mildes

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar