Prefeito Wilker vai a Brasilia na busca de recursos para resolver o problema da água em Casa Nova.

Publicado em Casa Nova

thumbnail Elmar reforça reivindicação ao presidente da CODEVASFUma rede de distribuição com quase 50 anos de existência, que não atende a demanda, baixa do lago e distância cada vez maior da captação, bombas antigas e defasadas além de problemas financeiros e administrativos herdados da gestão anterior. Tudo isso contribui para que a administração do SAAE de Casa Nova tenha dificuldades crescentes no atendimento à população.

O prefeito Wilker Torres está em Brasília nesta terça-feira (19/09), acompanhado do Deputado Elmar Nascimento buscando a liberação dos recursos já comprometidos pela direção da CODEVASF para aquisição de bombas, nova adutora e melhoria da rede de água para sanar definitivamente o problema de abastecimento.

“É uma luta árdua” - constata o Deputado Elmar Nascimento - “Temos o compromisso de aproximadamente 8 milhões através da CODEVASF e estamos aqui hoje com o prefeito cobrando do Presidente Antônio Avelino Neiva a liberação destes recursos. Vamos insistir até essa obra ser concretizada!”

Wilker Torres reforça: “Nesta audiência com o presidente da CODEVASF insistimos, eu e o Deputado Elmar, na urgência da liberação destes recursos. O povo de Casa Nova não pode ser mais penalizado com a falta de água nas torneiras, com racionamento” e completa: “O presidente da CODEVASF sabe que o município não tem recursos para investir na melhoria da captação e da rede. Pelo que ouvimos em resposta ao nosso apelo, acredito que a liberação será rápida. Fiz um compromisso de atender às necessidades de água da cidade e vou cumprir!”.  A diretora do SAAE, Dagmar Nogueira,.companhou o prefeito Wilker Torres na CODEVASF/BRASILIA

Por Manoel Leão/Foto divulgação

Santana do Sobrado recebe reparos na iluminação pública

Publicado em Casa Nova

thumbnail Iluminação3Neste final de semana, a equipe de iluminação pública da prefeitura de Casa Nova realizou reparos, reposição de braços e de lâmpadas nos postes elétricos no distrito de Santana do Sobrado. A ação atendeu a uma solicitação dos vereadores da base governista da localidade.

A equipe começou o trabalho pela comunidade do Recanto do Sobrado com a reposição de 80 lâmpadas e reparos na rede. Até o final desta semana, todo o distrito será atendido.

De acordo com o vereador Fredão de Benedito, essa ação pretende aumentar a segurança e melhorar a circulação noturna nas ruas, garantindo uma iluminação pública de qualidade. “Ouvi a reclamação a comunidade e fui cobrar da administração uma resolução. De pronto, o prefeito determinou a equipe para realizar o serviço que já iniciou trazendo qualidade de vida para nosso povo”, pontuou.

WJR

SINDAE conversa com prefeito e encerra greve no primeiro dia

Publicado em Casa Nova

Prefeito conversa com representantes do SINDAEA greve deflagrada pelo SINDAE - Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia,  em Casa Nova, programada para durar 48 horas foi encerrada por decisão de assembleia ainda durante o dia 11/09, depois que os representantes do SINDAE levaram aos trabalhadores o resultado do encontro com o prefeito Wilker Torres.

De acordo com Hamilton de Nascimento Souza, Diretor de Base do SINDAE em Casa Nova, o prefeito se comprometeu a encaminhar a pauta de reivindicações ao jurídico, abriu a possibilidade de discutir o reajuste salarial e marcou uma nova reunião com os trabalhadores para o próximo dia 20: “Há boa vontade de conversar de parte a parte e os trabalhadores decidiram pelo encerramento da greve” – diz Hamilton – “Isso não encerra a possibilidade de uma nova greve, até por período indeterminado, mas já houve conversações  e isso era nossa exigência para o encerramento da greve”.

Para o prefeito Wilker Torres “o dialogo é o único caminho para a solução de impasses. O pessoal do SAAE e o SINDAE compreendem as dificuldades, sabem o tamanho da crise e sabem também que faremos tudo que for possível, sem comprometer mais ainda as condições de investimento e manutenção do SAAE. Vamos chegar a um acordo” – encerra. 

Por Manoel Leão/Foto divulgação

Dagmar expõe situação do SAAE e dificuldades para atender pauta do SINDAE

Publicado em Casa Nova

Dagmar NogueiraEm razão da greve de advertência deflagrada na manhã desta segunda-feira (11/09) pelos trabalhadores do SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Casa Nova, a direção da autarquia, sentindo-se no dever de dar explicações claras e objetivas sobre a impossibilidade de atender à maioria dos pleitos contidos na proposta de acordo coletivo, dá a conhecer à comunidade as seguintes explicações:

Em 1º de Janeiro de 2017 o atual governo assumiu o SAAE, tendo sido nomeada Diretora a Sr.ª Dagmar Nogueira, que recebeu a instituição sem processo de transição, assumindo a administração às escuras sem conhecer de fato qual sua realidade financeira, econômica e até as necessidades do seu quadro de funcionários e as condições de trabalho.

Encarando os desafios de assumir o que hoje se autodenomina como “UM PEDACINHO DO INFERNO”, depois destes meses, a realidade é a seguinte: O SAAE hoje tem um quadro de 40 funcionários efetivos, com um arrecadamento mensal em média de R$ 280.000,00 para suprir todas as necessidades financeiras da autarquia.

Herdou como débito das administrações passadas só com INSS, o valor de 6 milhões de reais, além de lidar com a insatisfação de vários funcionários acostumados a vícios políticos, com altíssimas gratificações e valores exorbitantes pagos a funcionários concursados, que com salário base de R$ 2.305,32 chegavam a receber R$ 8.578,25 e hoje demonstram sua insatisfação com desmotivação para cumprir com seus deveres nas funções que exercem.

Atualmente 06 funcionários estão de férias, custando a remuneração em folha R$ 18.506,11. Temos um folha mensal de concursados na ativa de R$ 100.444,67, contingente efetivo que não supre a necessidade da demanda de serviços do município.

Para suprir as necessidades o SAAE mantem um quadro de funcionários temporários (inclusive a diretora) com o valor de R$ 65.829,05 em folha.

Paga mensalmente por cada cilindro de cloro o valor de R$ 22.629,00 para manter a água potável, além das despesas de combustível, material hídrico para manutenção das redes nas ruas e da rede geral de abastecimento de água.

O gargalo do problema está na inadimplência da autarquia, junto ao INSS, fornecedores e Agencia Nacional de Água – ANA. A atual diretora conseguiu parcelamento, pagando em Fevereiro de 2017 a primeira parcela no valor de R$ 12. 43,35, em março: R$ 18.127,03 + R$ 12. 769,78, Abril: 12.902,54 + R$ 18,303,30, Maio: R$ 13.268,97. No período de Junho até o presente momento a arrecadação despencou e a prefeitura tem assumido o pagamento do parcelamento da dívida para o SAAE manter o pagamento do quadro de funcionários em dia.

Diante do exposto, demonstrando de forma transparente a raiz do problema causador de todos os transtornos à população em geral, os funcionários efetivos intentam uma greve geral e a sua principal pauta de reivindicação é aumento salarial de 7% (sete por cento), auxílio Funeral para o SAAE se comprometer custear as despesas do servidor e seus dependentes naturais (pai, mãe, conjugue, filhos), além de outros varias reivindicações.

Diante do grave problema da falta d’água nas torneiras da população um governo sensato, que não se nega ao dialogo, não persegue e respeita as conquistas dos trabalhadores, não pode fechar os olhos para as prioridades do seu povo e simplesmente ceder às exigências de uma minoria mantendo prejudicada a maioria da população.

O cenário caótico aqui relatado só tem solução se todos derem sua parcela de contribuição, se todos se unirem em torno de Casa Nova, com quem as administrações públicas tem uma enorme dívida social e os servidores públicos entenderem que seus interesses particulares, ainda que justos, não podem se sobrepor aos interesses de uma população extremamente carente.

Dagmar Nogueira

Diretora SAAE

Prefeito de Casa Nova contra-ataca oposição

Publicado em Casa Nova

Prefeito Wilker Torres 696x392

As manifestações de alegria demonstradas por integrantes da oposição durante a semana, depois de constatado os problemas com o abastecimento de água na cidade deixaram o prefeito Wilker Torres indignado: “Não se pode conceber que uma pessoa que se diz político, preocupado com o bem estar da população, faça festa e fique nesta alegria toda só porque sabe que a população de Casa Nova está tendo problemas com o abastecimento de água!”.

Citando o programa veiculado pela Rádio Juazeiro e as manifestações, “sempre partindo de duas ou três pessoas” nos grupos e redes sociais, Wilker constata “que nunca a oposição foi tão raivosa a ponto de querer o mal da população porque acha que leva vantagem politica”.

“Além da água falam da saúde. Só eles falam mal. A população que é atendida está satisfeita”

“Todas estas acusações e notícias são fabricadas e enviadas aos blogs, postadas nas redes sociais. O que a oposição não entende e não vai entender é que o povo sabe distinguir entre o que é dito e o que vê na cidade”.

No final da tarde deste sábado (09/09) o prefeito emitiu uma nota em resposta à notícia veiculada em dois blogs da região, solicitando a veiculação da resposta. Definindo como mais uma “uma investida daqueles que foram rejeitados pelas urnas em outubro do ano passado”, Wilker Torres mostra sua indignação com a falta de respeito à população neste momento de crise. Abaixo a íntegra da nota, que não havia sido veiculada até a noite de sábado pelos órgãos que publicaram a nota fabricada pela oposição:

Hoje, em mais uma investida daqueles que foram rejeitados pelas urnas em outubro do ano passado, alguns blogs da região (60graus.com e Blog do Josué Mariano) veiculam uma notícia (Com o título : Casa Nova: contratados denunciam que a prefeitura está pagando menos que o salário mínimo), dando conta que os contratados da prefeitura de Casa Nova estão recebendo abaixo do salário mínimo e que há carros parados por falta de combustível.

Duas mentiras alinhadas não fazem nem meia verdade.

A própria nota, que não cita fontes e apenas “o povo de Casa Nova” como quem informa e pergunta, lembra o Decreto 260 de 15/08/2017, que exonerou todos os contratados e do pagamento, dentro do prazo, dos quinze dias de serviço trabalhados. Se, em algum caso, houve erro ocasionado pelo sistema, a prefeitura irá regularizar em folha suplementar, dentro do prazo legal.

A segunda mentira é sobre veículos parados. Nunca os carros da prefeitura de Casa Nova rodaram tanto em favor de nossa população. Transportam médicos, professores, técnicos, equipamentos e medicamentos. Os carros da Secretaria de Educação levam coordenadores de polo, supervisores e fiscalizam a rota dos ônibus escolares.

São os carros da prefeitura que mantém abastecidos os postos e fiscalizam a execução dos serviços de patrolamento e todos os outros que esta administração está promovendo em cada localidade deste município que tem mais de 9 mil e seiscentos quilômetros quadrados. O valor relacionado está abaixo do licitado, todos têm sua quilometragem anotada e conferida e o valor total está dentro da realidade comparando-se os quilômetros rodados por cada veículo. Não tem combustível para farras.

A nota não tem um fato concreto, não cita fontes, inventa e mente e é mais uma dos mesmos que torcem pelo quanto pior melhor. Não pode ser levada a sério e só a respondemos por respeito ao Povo de Casa Nova.

Casa Nova, 09 de setembro de 2017

Wilker Torres Prefeito

 

Manoel Leão/(Foto/Luiz Washington)