II Simulado Interno mobiliza quase dois mil alunos em Casa Nova

Publicado em Casa Nova

Compromisso com a melhoria da educaçãoA Secretaria Municipal de Educação e Cultura - SEDUC, nesta quarta-feira (18/10) realizou o 2o Simulado de Avaliações Internas nas disciplinas de Língua Portuguesa  e Matemática nas 24 unidades de ensino, para 1.824 alunos do 5o e 9' anos das séries regulares, atendendo determinação do Prefeito Wilker Torres, e do Secretário de Educação Marcos José Ribeiro Oliveira que desejam acompanhar o desenvolvimento educacional dos alunos da Rede Municipal da sede e do interior durante o ano letivo, com o propósito de fazer as intervenções necessárias a um resultado satisfatório no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - IDEB  2017.

Quem avalia a aplicação dos simulados, uma iniciativa pioneira de Casa Nova, é Suzana Márcia Souza dos Santos, Coordenadora das equipes de avaliações externas da SEDUC: “A equipe, responsável pela produção das avaliações se empenhou bastante para que as aplicações dos simulados tivessem êxito e cumprissem datas, horários, normas e regras. Aos gestores e professores foram oferecidas formações pedagógicas, com as orientações das diretrizes curriculares para introduzir nos planejamentos e trabalhar um conhecimento mais direcionado aos conteúdos que estariam inseridos nas avaliações e consequentemente se familiarizar com o estilo de avaliação contextualizada e gabaritada”.

Para o Secretário Marcos José, “esses simulados norteiam ações futuras tanto na parte administrativa quanto pedagógica, criando mecanismos para a adaptação aos sistemas e programas educacionais do país. Essa mudança é possível se a sociedade, representantes públicos, diretores, professores, coordenadores pedagógicos e técnicos da secretaria aderirem o propósito de melhorar a qualidade de ensino”.

Na avaliação dos coordenadores, gestores e professores que acompanharam o simulado, o objetivo traçado no início da gestão colocar Casa Nova “em primeiro lugar do IDEB na região”, “pode ser alcançado. Estamos empenhados nisso e nossos alunos mostram que é possível”.

 

Por Manoel Leão/Foto: Divulgação

Caminhada do outubro Rosa conscientiza mulheres de Casa Nova

Publicado em Casa Nova

Secretaria de saúde na caminhada do outubro rosaSexta-feira (20/10), de manhã, dezenas de mulheres saíram da Quadra Poliesportiva, andaram pelas ruas centrais de Casa Nova e voltaram à quadra. Vestidas de blusas rosas, algumas já com o lacinho azul, lembrando que aí vem o novembro azul, chamaram a atenção de da população para a campanha de prevenção ao câncer de mama e do colo do útero, duas doenças que mais matam mulheres em nosso país, principalmente no Nordeste onde as condições de prevenção são menores que nas áreas mais desenvolvidas do país.

“Casa Nova, desde o começo desta gestão, tem se destacado nesse processo de prevenção e cuidado com a saúde da mulher. Temos números bastante satisfatórios de exames, da presença das mulheres de Casa Nova. Já tivemos aqui as carretas do Governo do Estado em trabalho de prevenção e estamos com a carreta do Instituto Ivete Sangalo na sede, vindo de Santana e com previsão de ir a Pau a Pique e Bem Bom. A prevenção é o melhor remédio” – atesta a Secretária de Saúde de Casa Nova, Maria de Lourdes Silva Santos, que caminhou com as mulheres de Casa Nova e ao final da caminhada fez uma palestra juntamente com o responsável pela carreta do Instituto.

Participaram da Caminhada, que deu ênfase à importância do autoexame para a detecção de alterações nas mamas e do exame preventivo, o Papanicolau; integrantes da Secretaria de Saúde, Professores e Coordenadores da Secretaria de Educação, agentes comunitárias, a Diretora do SAAE, Dagmar Nogueira e centenas de outras mulheres da comunidade.

Ao final, além das palestras, uma rodada de conversa, orientação para o autoexame, lanche e distribuição de brindes às participantes.

“É determinação do prefeito Wilker alcançar cem por cento das mulheres que possam correr risco do câncer de mama no município, por isso vamos manter essa mobilização” – atesta Lourdes Santos.

Por Manoel Leão/Foto: Divulgação

 

Começa segunda-feira em Casa Nova o Defeso Pesca

Publicado em Casa Nova

Cicho

Durante uma reunião na manhã dessa quarta-feira (18/10) na Colônia de Pescadores de Casa Nova, ficou decidido que os pescadores já podem a partir da próxima segunda-feira 23 darem entrada nos seus pedidos do Defeso Pesca.

De 1º de novembro a 28 de fevereiro os pescadores só podem pescar no máximo e de anzol, cinco quilos e mais um peixe, só e exclusivamente para comer. Em compensação, eles vão receber um salário mínimo chamado de Defeso, durante quatro meses. Para isso, o pescador precisa estar em dia com o pagamento da Previdência Social e também das mensalidades da Colônia.

Segundo o presidente da Colônia, Cícero Reis, popularmente conhecido como Cicinho, são 3.500 pescadores aptos a dar entrada no Defeso, sendo cerca de 1.100 de Pau a Pique, incluindo as regiões de Barra da Cruz, Leite I e Leite II; 850 de Bem Bom; 150 de Santana do Sobrado e o restante da sede.

Por ser mais distante, a equipe da Colônia vai estar durante três dias em Pau a Pique e dois em Bem Bom, onde os pescadores dessas localidades vão poder fazer a entrega dos seus pedidos do Defeso.

Cicinho disse ainda que mesmo a equipe indo ao encontro dos pescadores, aqueles que quiserem adiantar podem comparecer à sede da Colônia entre  8:00 e às 17:00h. Lembrando que o atendimento é feito com distribuição de senhas, são 100 fichas por dia.

Da Redação/Foto: Luiz Washington

Constesf conclui 100% da meta de construção de barreiros em Casa Nova e Canudos,

Publicado em Casa Nova

O Projeto Cisternas entregou 204 barreiros nos municípios.

12003155 752231534887288 7854966590571295087 nO projeto Cisternas, desenvolvido pelo Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf), continua mudando a realidade das famílias da zona rural. Nos municípios de Casa Nova e Canudos a meta de construção de barreiros, capaz de armazenar até 500 mil litros de água para os animais e para produção agroecológica nos períodos de estiagem, já foi 100% concluída.

Foram entregues 102 barreiros em Canudos e 102 em Casa Nova, totalizando 204 tecnologias que garantem mais acesso à água para pequenos agricultores. "Com o curso de Sistema Simplificado de Manejo de Água de Chuva, realizamos a capacitação das famílias que receberam os barreiros em suas propriedades. Dessa forma, asseguramos a participação das famílias e garantimos, através de capacitações e cursos, que a tecnologia vai ser bem aproveitada e realmente fará diferença na vida dessas pessoas que sofrem com a seca", explicou o coordenador geral do projeto. Mauro Macêdo.

O Projeto Cisternas tem o objetivo de garantir às famílias do Território o acesso à água no período de estiagem, através da captação e armazenamento de água nos períodos de chuva. A meta é universalizar o acesso à água de qualidade em todo o Território do São Francisco, formado por 10 municípios.


Por Jacqueline Santos/ Ascom Constesf