Feira de Orgânicos do Vale é aberta com aprovação do público

Ligado . Publicado em Juazeiro

Feira Orgânicos 8A Feira de Orgânicos do Vale foi aberta nesta quinta-feira (28), na Praça Santiago Maior, centro de Juazeiro em espaço dedicado à comercialização de frutas, verduras e hortaliças orgânicas. Com periodicidade semanal (todas as quintas-feiras) das 16h às 20h a Feira é uma realização da Prefeitura Municipal, através da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária, em parceria com a Associação de Produtores de Orgânicos do João Paulo II e a Associação de Produtores e Produtores de Orgânicos de Vale do São Francisco (APROVASF).

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária, Tiano Felix, essa é oportunidade de valorizar o setor. “Temos um grande número de produtores de orgânicos na região e a feira veio para fomentar e contribuir para o crescimento e potencialização do setor. A prefeitura através da ADEAP tem como meta, oportunizar o desenvolvimento agrícola do município, e diante disso idealizou a feira de orgânicos que além de contribuir para a pujança da atividade, oferece produtos de qualidade à população”, informou.  

A presidente da APROVASF, Alzira Santana, afirmou que a Feira está dando visibilidade aos produtos e a agricultura orgânica da região. “O grupo de produtores de orgânicos embora pequeno, está fazendo uma diferença na agricultura do Vale do São Francisco, com agricultura orgânica limpa e saudável. Hoje cada vez mais as pessoas querem cuidar da saúde, fugir do químico, do convencional para ter uma qualidade de vida melhor”, destacou.

Para a presidente da Associação de Produtores de Orgânicos do João Paulo II, Jovita Pereira da Silva, a feira já é um sucesso. “O público está comprando e consumindo bem os produtos aqui apresentados. Os produtores presentes estão felizes e satisfeitos com o número de consumidores que visita o espaço. Uma grande felicidade para todos nós”, disse. Vale salientar, que o espaço conta com barracas padronizadas que ocupa um espaço físico de 3m² e está de acordo com as normas de produção e comercialização de produtos orgânicos.

O prefeito Paulo Bomfim parabenizou a equipe e falou do compromisso com o setor no município. “Quero parabenizar a todos que organizaram essa grande ação e afirmar que a feira já é um sucesso. Nós sabemos que a mola mestra econômica da região é a agricultura irrigada e o setor de orgânicos tem crescido cada vez mais. O nosso papel é incentivar e apoiar”, afirmou.

Segundo a consumidora, Juvenala Costa Santana, que há 16 anos reside em Juazeiro, a feira possibilita um acesso fácil, rápido e seguro a todos que querem desfrutar de uma vida saudável. “Essa foi uma excelente ideia, principalmente para a nossa saúde. Fiquei feliz com o horário da feira, pois a temperatura está mais amena e coincide com a saída do trabalho”.  Rosália Costa, falou da satisfação em ter os produtos pertinho de casa. “Moro no centro da cidade e fiquei muito animada com a feira, pois antes tinha que me deslocar a lugares distantes para comprar. Há anos, eu e minha família aderimos aos produtos orgânicos, e aconselho a todos a incluir esses alimentos no cardápio”, disse.

O deputado estadual Crisóstomo Lima, autor da emenda que oportunizou a doação de 30 barracas pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional da Bahia (CAR) à Feira de Orgânicos, parabenizou a organização pela ação. “Temos grandes produtores de orgânicos na região e é uma grande alegria ter contribuído de alguma forma para a realização dessa feira”. Já o diretor presidente da CAR, Wilson Dias falou que o município de Juazeiro tem um grande potencial de produtos e a feira de orgânicos veio para concretizar essa realidade.

De acordo com a consumidora Odete Amorim, a feira é uma grande conquista, o município adquirir um espaço fixo para comercialização de produtos orgânicos. “Adorei essa iniciativa, vejo pessoas se deslocarem a lugares mais distantes e até ao município vizinho para comprar orgânicos e hoje temos a nossa própria feira. É uma grande felicidade para os consumidores”, afirmou.

 

Lene Radina/ ASCOM ADEAP