Mais de 25 mil alunos da Rede Municipal de...

Ligado . Publicado em Juazeiro

...Ensino de Juazeiro foram avaliados pelo SAEJ.

thumbnail Provas Saej 2A aplicação das provas do Sistema de Avaliação Educacional de Juazeiro – SAEJ, exame criado pelo município de Juazeiro em 2009 – com o objetivo de traçar um diagnóstico dos níveis de aprendizagem da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro – encerrou nesta sexta-feira (24). Mais de 25 mil alunos das 134 escolas municipais, do Infantil V ao 9º ano, estão sendo avaliados pela segunda vez este ano, respondendo questões de Língua Portuguesa e Matemática.

O sistema implantado pela Secretaria de Educação e Juventude (SEDUC) oferece dados para uma análise ampla e precisa da Rede e fornece as informações necessárias para as intervenções e melhorias na qualidade do ensino. O SAEJ também norteia a formação do professor e a criação de programas pedagógicos. Na avaliação são mensuradas – além dos diagnósticos de escrita e produção de texto – a capacidade de interpretação do aluno, a evolução na aprendizagem dos descritores (conteúdos) e a habilidade dos estudantes ao estabelecer relações lógico-discursivas.

O SAEJ é elogiado por gestores, professores, coordenadores pedagógicos e alunos. A coordenadora pedagógica da Escola Terezinha Ferreira, Rosineide Dias disse que o exame é muito positivo. “Através do resultado nós conseguimos perceber o nível de cada aluno, turma, escola e município, pois as notas vêm por categoria. Então o SAEJ nos orienta e norteia para perceber os erros e acertos, e dessa forma mensurar a qualidade do trabalho que está sendo desenvolvido, a aprendizagem do aluno e avaliar o nosso próprio desempenho. Aqui na nossa escola esperamos obter uma nota melhor do que no primeiro semestres, os alunos gostaram da prova”, afirmou a coordenadora da unidade de ensino do bairro Tabuleiro.

A professora de matemática, Leila Nunes também defende a aplicação do SAEJ. “A avaliação não é só para o aluno, mas é também para o educador, pois se o aluno não está assimilando os conteúdos é porque tem algo de errado e novas intervenções precisam ser feitas. Fizemos um bom trabalho em sala de aula durante o ano e acredito que os alunos vão se sair bem na prova”, disse a professora.

As escolas do município foram orientadas pela SEDUC a realizarem simulados, preparando os alunos para o tipo de avaliação e preenchimento do gabarito, que também é utilizado na Prova Brasil. O aluno Pedro Henrique disse que a prova foi muito boa. “No exame do SAEJ do primeiro semestre fui muito bem, e agora nessa prova tive mais facilidade ainda de responder as questões, muita coisa aprendi durante o ano nas aulas de português e matemática”, avaliou o estudante do 7º ano, da escola Terezinha Ferreira.

 “O SAEJ vem nos orientando ao longo desses anos, permitindo que nós façamos os ajustes necessários, como nas formações dos professores, projetos pedagógicos e outros. Nossos índices vêm melhorando e a Educação de Juazeiro tem avançado muito”, finalizou a superintendente pedagógica, Rosilda Carvalho.

Por Emanuelle Lustosa/SEDUC

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar