Empresas de energia podem se instalar em Juazeiro

Ligado . Publicado em Juazeiro

aJuazeiro atrai empresas energiaDurante o I Fórum BNB G20+20 de Cidades Médias, realizado nos dias 23 e 24, em Fortaleza, o município de Juazeiro esteve representado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária, Tiano Felix e o assessor de governo Carlos Neiva.

Na oportunidade, os agentes políticos conversaram com representantes de empresas de geração de energia de diversas regiões do país, que sinalizaram o interesse em visitar o município. “Falamos na possibilidade de usar os nossos canais hídricos como gerador de energia; além da energia fotovoltaica (energia solar), que é propícia para a região semiárida. Outro ponto importante apresentado foi a utilização do aterro sanitário como gerador de energia fazendo com que os custos reduzam em torno de 15% a 20%. Esse tipo de fonte poderá ser fornecida também aos prédios públicos reduzindo assim, a receita municipal”, expressou o secretário Tiano Felix.

Outro momento importante foi o encontro com o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley. O secretário apresentou o portfólio com as ações e o potencial de desenvolvimento do município, a exemplo do setor de produção de alimentos (frutas e verduras) e o da caprinovinocultura. 

“O embaixador se interessou por tudo que apresentamos, como por exemplo as ações inovadoras que envolvem o programa Palmas para Juazeiro e o programa de reúso da água cinza (residencial), uma tecnologia bastante usada em Israel, que utiliza 80% dessa água para a produção de alimentos. Acredito que com essa iniciativa teremos um crescimento ainda maior para o nosso município”, afirmou, destacando que o embaixador sinalizou a possibilidade de fazer uma visita a Juazeiro.  

Para o assessor de governo Carlos Neiva, “o evento foi uma excelente iniciativa para a troca de experiências, capacitações técnicas e estruturação de negócios. Fico muito feliz com a nossa participação que nos abriu boas perspectivas de crescimento e desenvolvimento”, afirmou.

Lene Radina/ASCOM ADEAP

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar