Major defende entrada de FBC no PMDB e ataca Henry

Publicado em Petrolina

IMG 3841Quem saiu em defesa do senador Fernando Bezerra Coelho, em relação a uma nota divulgada pelo vice-governador de Pernambuco e presidente do PMDB estadual, o qual classificou como “violenta” a chegada de FBC ao partido, foi o vereador Major Enfermeiro. Integrante dos quadros do PMDB de Petrolina, Major afirmou que “prática e discurso de Raul Henry não caminham juntos”.

Nos últimos dias, de forma absolutamente cínica, ele vem classificando como ‘violenta’ a entrada do senador Fernando Bezerra Coelho no PMDB e criticando uma possível dissolução do diretório estadual. Estranho, porque esta tem sido a prática do próprio Raul, desde que assumiu a presidência do PMDB”, alfinetou o vereador.

Segundo Major, no ano passado Henry transformou o diretório municipal do PMDB de Olinda – que funcionava desde 1988- numa comissão provisória, para impedir a candidatura de Isabel Urquiza à prefeitura.

E o que dizer da postura política de Raul? Ele consegue estar num governo que não para de fazer críticas à gestão do presidente Michel Temer. Ainda pior, ele está num núcleo político que visivelmente se aproxima do PT. Como isso é possível, sendo Raul integrante do PMDB? Onde está a coerência política do vice-governador? Logo ele, que foi um dos mais duros críticos do Governo Eduardo Campos, agora faz o papel de boneco de ventríloquo do PSB, um partido cada vez mais perdido”, continuou o vereador, em sua saraivada de críticas.

“Antes de criticar quem quer que seja, Raul precisa olhar para o próprio passado. A política deve ser feita com transparência e coragem, e não escondendo fatos e querendo enganar as pessoas”, completou Major.

Foto:Divulgação