HU atende mais de 2 milhões de pessoas de 53 municípios

Publicado em Petrolina

hospital do traumas arquivoEnquanto maior unidade de atendimento em média e alta complexidade de traumato-ortopedia, cirurgia bucomaxilofacial, cirurgia geral para trauma, cirurgia vascular e neurocirurgia da região, o Hospital Universitário vem assumindo o protagonismo na rede pública interestadual de saúde PEBA (Pernambuco e Bahia). Operando com 129 leitos e atendendo a uma população de mais de 2 milhões de pessoas, divididas entre os 53 municípios que integram a rede, o HU tem enfrentado grandes desafios relacionados à extrapolação da capacidade de atendimento da unidade.

Para amenizar os problemas causados por altas taxas de ocupação (com médias de 150%) e conduzir a rede PEBA ao funcionamento satisfatório, o HU-Univasf tem adotado medidas firmes. Internamente, investimentos em equipamentos de alta tecnologia e performance, reformas estruturais e mutirões de atendimento têm sido realizados.

Somente entre os dias 16 e 19 desse mês, através de uma força tarefa que mobilizou toda a equipe HU, foram realizados 66 procedimentos cirúrgicos (eletivos e de urgência/emergência), dando resolutividade aos casos de pacientes que chegam de toda região para serem atendidos no Hospital Universitário.

Além disso, recordes de atendimento são registrados periodicamente, alcançando a média histórica de 435 cirurgias mensais. Essas iniciativas refletem o grande empenho da governança e de todos os profissionais para garantir o melhor atendimento possível à população do Vale. Mesmo com números expressivos, as ações internas não dão conta de suplantar as limitações existentes nas unidades básicas e de urgência dos municípios que compõem a rede PEBA.

Pensando nisso, o HU-Univasf tem agido externamente através de reuniões, envio de relatórios e comunicados com insistentes cobranças às autoridades competentes. Exemplo disso foi o “Ofício 315/2017 - Superintendência do HU-Univasf” enviado aos diversos atores envolvidos na rede pública de saúde da região. No documento, são esclarecidas as atuais dificuldades enfrentadas pela extrapolação da capacidade de atendimento hospitalar do HU que vem sofrendo sobrecarga relacionada à irresolutividade da rede PEBA. Assim, o HU-Univasf se coloca ao lado da população do vale em defesa de uma saúde pública efetiva e de qualidade.

Segundo Ronald Mendes, superintendente do Hospital Universitário, esse conjunto de ações pretende ampliar a excelência dos serviços ofertados à população. Nos últimos dois anos, através da gestão EBSERH, novos profissionais foram contratados, equipamentos de ponta foram adquiridos e a Policlínica foi inaugurada. Tudo isso foi feito com investimentos que somam mais de 18 milhões de reais.

“Reforçamos nosso compromisso com uma atenção à saúde de qualidade, ao tempo em que pretendemos a expansão da oferta de mais serviços em outras especialidades, cujos estudos encontram-se em andamento”, concluiu o Superintendente.

Ascom-Hospital Universitário