Atirador de ataque em igreja no Texas é ex-professor de estudos bíblicos

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

xdevin kelley.png.pagespeed.ic.lDyEFu2F8gA Polícia do Texas identificou o atirador que matou mais de 20 pessoas e feriu 24 em um ataque a uma igreja na cidade de Sutherland Spring, no estado americano do Texas, neste domingo. Segundo a polícia, Devin P. Kelley, de 26 anos, é um ex-professor de estudo bíblico que foi expulso da Força Aérea dos EUA.

Kelley, natural de New Braunfels, um subúrbio de San Antonio, foi morto depois de uma breve perseguição no condado de Guadalupe, segundo o porta-voz do escritório do xerife do condado de Guadalupe, Robert Murphy. Mas ainda não está claro se o atirador se matou ou foi morto pelas autoridades

Segundo um policial, em entrevista à agência de notícias 'AP', os investigadores estão acompanhando as mídias sociais de Kelley para saber o que ele pode ter feito nos dias anteriores ao ataque. Em uma das imagens ele parece mostrar uma arma semiautomática AR-15 com a legenda.

Na noite deste domingo, a polícia de San Antonio invadiu a casa de Kelley com cães e unidades de esquadrões antibombas. Ainda não há informações sobre o que foi encotnrado no local. Uma conta de LinkedIn mostra que Kelley se formou na New Braunfels High School, em 2009, e que trabalhou em logística e suprimento na Força Aérea até que ele foi desonrado em 2014, segundo a 'CBS News'.

Após ser expulso das Forças Aéreas, ele se ofereceu como professor de estudos bíblicos na Kingsville First Baptist Church, também no Texas.

A tragédia na manhã deste domingo no Texas não é um ato isolado: de acordo com um levantamento do site “Gun Violence Archive”, este é o 35º ataque a tiros desde Stephen Paddock abriu fogo contra uma multidão em um show em Las Vegas, em 1º de outubro, causando a morte de 58 pessoas no pior ataque a tiros da História moderna dos EUA. A soma, que leva em conta ataques com ao menos quatro vítimas - incluindo feridos e mortos -, mostra que o tema está longe de ser resolvido no país. Entre as vítimas está a filha do pastor da igreja, de 14 anos, outros adolescentes e uma criança de dois anos.

O Globo

Mineira Ana Sátila fatura bronze inédito no Mundial de Canoagem Slalom

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

20170929154546213808iAna Sátila conquistou, nesta sexta-feira, a medalha de bronze na modalidade C1 (canoa individual) no Mundial de Canoagem Slalom, que está sendo disputado em Pau, na França. A brasileira ficou atrás da britânica Mallory Franklin (ouro) e da checa Tereza Fiserova (prata). É a primeira medalha do Brasil em um Mundial de Canoagem Slalom.

"Estou muito feliz, sem palavras. É um feito inédito, uma medalha no Mundial. Lutei tanto, vim batalhando tanto desde quando comecei com esse sonho de conquistar uma medalha no Mundial. É uma emoção muito grande. Estou feliz por toda a equipe, pelos atletas, por estarem me apoiando, torcendo ao meu lado. Esse espírito de equipe, o que eles fizeram por mim durante toda a competição, é inexplicável", disse Ana Sátila após a prova.

Com apenas 21 anos, a atleta é o principal nome da delegação brasileira no Mundial e considerada um fenômeno na modalidade. Ela já tem duas edições dos Jogos Olímpicos no currículo (Londres'2012 e Rio'2016) e chegou a Pau, na França, embalada por bons resultados ao longo da temporada.

Ana Sátila foi campeã mundial júnior, em 2014, e vice-campeã sub-23, em 2015. Em 2012, com apenas 16 anos, foi a atleta mais jovem da delegação brasileira nos Jogos de Londres.

No sábado, Ana Sátila brigará por mais uma medalha. Ela disputará a semifinal do K1 (caiaque individual) e, se avançar, disputará a decisão no mesmo dia.

 

Foto: Divulgação

Com três gols em três jogos...,

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

...Felipe valoriza recuperação do Sanfrecce Hiroshima e garante viver melhor momento no Japão.

c3236eb5 8bef 4a9c 9634 ac4753546e71Melhor momento no Japão. Assim o meia Felipe definiu a fase que vive no Sanfrecce Hiroshima. O jogador marcou três vezes nos últimos três jogos e chegou a marca de sete gols na temporada, seu melhor desempenho desde 2012, quando balançou as redes oito vezes.

O atleta vem sendo peça fundamental do clube nessa campanha de recuperação no Campeonato Japonês. A equipe, que saiu da zona de rebaixamento, não perde há cinco rodadas na J-League. “É o meu melhor momento no Sanfrecce, com certeza. Acho que é um crescimento na hora certa da competição, na parte final, decisiva. Os gols estão saindo e fico feliz em poder ajudar a equipe, espero continuar com esse desempenho até o fim da temporada. Independente dos gols, o mais importante é o time jogar bem e sair de campo vitorioso”,  destacou o brasileiro, que possui 29 jogos neste ano.

Confiante na sequência dos bons resultados, Felipe ressalta as mudanças que vem fazendo a diferença dentro e fora de campo. “Tivemos a troca do treinador, que trouxe uma nova filosofia de trabalho e uma motivação diferente. Obviamente não foi só isso que nos fez melhorar, o grupo também entendeu que precisava mudar de atitude e ganhou confiança. Passamos por um período muito ruim mas tivemos capacidade para trabalhar, melhorar e, hoje, estamos colhendo os resultados dessa mudança. Ainda temos muito o que evoluir, mas estamos no caminho certo”, concluiu.

Neste sábado (30), o Sanfrecce enfrenta o Consadole Sapporo, pela 28ª rodada da J-League.

"O Mundo vai se acabar em outubro", diz Cientista

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

AAsy0K5O numerólogo David Meade, famoso por suas teorias conspiratórias baseadas em relações numéricas de textos bíblicos, acaba de divulgar uma nova data para o fim do mundo: 15 de outubro de 2017. A previsão vem depois de o americano tentar emplacar a ideia de que um misterioso planeta chamado Nibiru, ou Planeta X, colidiria com a Terra no último sábado, extinguindo completamente a humanidade. Como aparentemente nenhum evento apocalíptico ocorreu no nosso planeta, Meade decidiu rever os cálculos e chegou à nova data. A teoria conspiratória é a mesma que ele tentou difundir em 2012 e que, na época, foi desmentida por um cientista da Nasa.

Em seu website, Meade explica que sua previsão original sobre o fim do mundo em 23 de setembro marcava, na verdade, o dia que deu início a uma série de eventos catastróficos que eventualmente levarão à morte da Terra. A “ação real” deve começar só no mês que vem.

“Não deve acontecer nada em setembro”, escreveu ele. “É possível que, no fim de outubro, estejamos prestes a entrar no período de tribulação de sete anos, para ser seguido por um milênio da paz.”

Em 2012, quando Meade tentou convencer a população de que o mundo acabaria em dezembro, o pesquisador David Morrison, do Instituto de Astrobiologia da Nasa, teve de publicar um vídeo em seu canal no YouTube desmentindo a história para acabar com os mais de vinte e-mails semanais que entravam em sua caixa perguntando sobre o Planeta X.

“Se o planeta estivesse tão perto, seria brilhante e facilmente visível a olho nu. Todos nós poderíamos vê-lo. Se Nibiru fosse real e se fosse um planeta com uma massa substancial, ele já perturbaria as órbitas de Marte e da Terra. Veríamos mudanças por causa desse objeto entrando no sistema solar interno”, afirmou na gravação.

Arquivado em: Ciência

correiobraziliense/Foto: Divulgação

Missas podem ganhar sotaques regionais

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

papa francisco 20170405 piO Vaticano divulgou um importante texto com força de alterar o Código de Direito Canônico. Chamado de motu proprio, quando é criado por iniciativa exclusiva do papa, o documento deu às conferências episcopais (a CNBB no Brasil, por exemplo) a incumbência de adaptar os livros litúrgicos, aqueles usados nas missas, nos casamentos e nos batizados, por exemplo. 

Até então, as conferências basicamente os traduziam. Na prática, as cerimônias católicas poderão adotar uma linguagem mais próxima à realidade do fiel, como a adoção de expressões locais – sem, obviamente, ferir o rito romano. Os textos editados têm ainda de ser enviados para a Santa Sé, mas não serão mais revisados – e, sim, confirmados. A medida é, sem dúvida, modelo de descentralização do poder romano. O motu proprio de Francisco, porém, provoca outro impacto tão ou mais significativo sob ponto histórico: o desestímulo das missas em latim, conhecidas como tridentinas. O rito vinha ganhando fôlego na Santa Sé nos últimos anos.

O motu proprio de Francisco também surge para aplacar as chamadas “guerras litúrgicas”, que ganhou força sobretudo no prelado americano. O termo refere-se a uma série de batalhas internas sobre como o culto católico deveria parecer e soar em inglês. De um lado, os progressistas em favor de textos que refletissem as sensibilidades modernas. De outro, os conservadores que defendiam que a reformulação pós-Vaticano II da liturgia havia cedido demais à modernidade secular e não era mais fiel aos textos originais em latim.

Rádio Vaticano