Defensor de Lula na ONU vê condenação ‘inevitável’

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

AAr4HokO advogado britânico Geoffrey Robertson, contratado para representar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Comitê de Direitos Humanos da ONU, deu como certa a manutenção da condenação do petista nas instâncias superiores. A declaração foi feita durante um jantar organizado por juristas em sua homenagem nesta quarta-feira, 30, em São Paulo.

“Moro e os colegas estão dizendo que ainda há recursos para Lula na Justiça. Nós estamos alegando que não há mais recursos aqui porque a Justiça do Brasil é totalmente parcial. Portanto, temos de ir às instâncias internacionais, onde há uma Justiça verdadeira”, disse Robertson.

O advogado se referia à defesa feita pelo governo brasileiro perante o Comitê de Direitos Humanos da ONU. A defesa, assinada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pela condenação de Lula a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá, alega que o petista não pode recorrer a cortes internacionais enquanto ainda houver a possibilidade de recursos para reverter a sentença na Justiça brasileira.

Ao afirmar que Lula não tem mais chances de sucesso nos tribunais brasileiros, Robertson admite que o ex-presidente pode estar fora da disputa eleitoral do ano que vem. Se for condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral da 4.ª Região (TRF-4), o petista pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa e ficar inelegível.

O advogado britânico citou a entrevista do presidente do TRF-4, Carlos Eduardo Thompson Flores, ao Estado para embasar sua argumentação. Na entrevista, o desembargador classificou como “irrepreensível” e “irretocável” a sentença que condena Lula.

“O mais ridículo é que o presidente do tribunal já basicamente prejulgou o Lula dizendo que a sentença do Moro é impecável. Fica nítido que o julgamento não é imparcial. É um aberração”, disse Robertson.

O britânico é o primeiro no entorno de Lula a dizer publicamente que o petista não tem chances de reverter a condenação aplicada por Moro. Nas últimas duas semanas, o Estado ouviu mais de 20 advogados que atuam na Lava Jato ou acompanham com proximidade o caso de Lula. Quase todos afirmam, sob a condição de anonimato, que as chances de a Segunda Turma do TRF-4 reverter a sentença de Moro são mínimas.

O advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, responsável pela vinda de Robertson ao Brasil, confirmou que os recursos em defesa do petista nos tribunais superiores têm sido ineficazes, mas evitou fazer críticas generalizadas à Justiça brasileira e disse que não jogou a toalha. “Esta sentença não tem como prevalecer. Para mim só tem uma hipótese de a decisão não ser derrubada: é se o TRF-4 decidir julgar Lula de uma forma diferente”, afirmou.

Estadão/Foto: Agência Brasil

Rui assina acordo na China para viabilizar Porto Sul

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

Foto Mateus Pereira GOVBA3Um dos principais compromissos da agenda do governador Rui Costa em sua missão internacional na China ocorre no início da manhã desta sexta-feira (1º), quando ele assina, em Pequim, memorando de entendimento com cinco empresas chinesas e a Bahia Mineração (Bamin) para financiamento do projeto do Porto Sul, que será implantado no município de Ilhéus. 

Também integram o acordo ações que visam a execução da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e a exploração de uma mina de minério de ferro localizada no sudoeste da Bahia. O ato de assinatura está marcado para as 18h15 de Pequim, ou seja, 7h15 no horário de Brasília. 

O documento estabelece que o Governo do Estado, as empresas chinesas e o Eurasian Resources Group, acionista da Bahia Mineração, "desejam cooperar para o desenvolvimento totalmente integrado do projeto do Porto Sul, da Fiol e da mina Pedra de Ferro". 

Ainda de acordo com o documento, a participação em grupo de investimento para financiar o desenvolvimento dos projetos será liderada pelo consórcio chinês formado pelas seguintes empresas: China Railway Group Limited; China Communications Construction Company Ltd; Minmetals Development Co. Ltd; Shougang Fushan Resources Group Limited; e Dalian Huarui Heavy Industry Group Co. Ltd.

Essas empresas orientais são de diversos ramos de atuação, como siderurgia, construção civil e mineração, e fecharam um cronograma de atividades com a Bahia Mineração envolvendo prazos para execução dos trabalhos.  

Sobre Porto Sul e Fiol

Com investimento de R$ 2,7 bilhões, o Porto Sul será construído no Litoral Norte de Ilhéus, na região de Aritaguá. O empreendimento já tem todas as licenças necessárias para o início da obra, como as licenças prévia e de instalação, além da autorização para supressão de vegetação, emitidas pelo Ibama.

No Porto Sul serão embarcados o minério de ferro explorado no sudoeste baiano, além de grãos do oeste do estado que chegarão ao Porto pela Fiol. A ferrovia está em construção e terá extensão de 1.527 quilômetros, sendo 1.100 quilômetros na Bahia, com trecho de Ilhéus a Figueirópolis, no Tocantins.

Secom Bahia Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Jogadores da Chapecoense são recebidos pelo papa

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

chapecoDepois de terem desembarcado na Itália por causa do amistoso que farão contra a Roma, os jogadores da Chapecoense foram recebidos nesta quarta (30) pela manhã pelo papa Francisco, em um encontro realizado no Vaticano. 

O papa deu boas-vindas especiais aos atletas do clube, que em novembro do ano passado foi vítima de um trágico acidente aéreo, ocorrido perto de Medellín, na Colômbia, que matou quase todos os seus jogadores, além de dirigentes da equipe, tripulantes e jornalistas. A aeronave fretada pelo time caiu com 77 pessoas a bordo da viagem que visava a partida de ida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional. Ao todo, 71 pessoas morreram e seis sobreviveram.

Na recepção no Vaticano, o papa expressou satisfação por se encontrar com os atletas da Chape e posou para fotos com a equipe no final do evento. Dois dos três atletas que sobreviveram ao acidente do ano passado, Jackson Follmann e Alan Ruschel marcaram presença à frente da delegação na Basílica de São Pedro para a audiência semanal do sumo pontífice.

O ex-goleiro Follmann teve parte da perna direita amputada por causa dos graves ferimentos sofridos no acidente, enquanto o lateral Ruschel voltou a atuar pela Chapecoense no último dia 7, quando enfrentou o Barcelona em amistoso realizado no estádio Camp Nou, na Espanha. Outro sobrevivente da tragédia, o zagueiro Neto só poderá voltar a jogar no ano que vem. A Roma vai enfrentar a Chapecoense na sexta-feira (3), no Estádio Olímpico da capital italiana, e a renda obtida com a partida será destinada ao clube catarinense, que segue em processo de reconstrução após o acidente.

AFP/Foto divulgação

Ex-enfermeiro alemão é acusado de matar 84 por overdose de medicamentos

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

AAqPymVO enfermeiro alemão Nils Högel, já condenado pela morte de dois pacientes, é suspeito agora de pelo menos 84 assassinatos na Alemanha entre 2000 e 2005, anunciaram os investigadores nesta segunda-feira (28).

Em junho de 2016, os investigadores estabeleceram o envolvimento do enfermeiro em 33 mortes de pacientes em vários centros médicos nos quais Högel trabalhava. "A comissão de investigação especial estabeleceu um total de 84 possíveis assassinatos, no estado atual do processo", afirmou à imprensa o chefe de polícia de Oldenburgo (norte da Alemanha), Johann Kühme.

"Este número [de mortos] é excepcional, único, na história da República Federal da Alemanha", afirmou o chefe da comissão, Arne Schmidt.

Niels Högel teria matado a maioria dos pacientes com a administração de overdoses de medicamentos no período de recuperação. Mas os investigadores admitem que a lista de vítimas nunca poderá ser estabelecida com certeza. "Quem sabe quantos crimes poderão ser identificados?", questionou Thomas Sander, promotor de Oldenburgo.

Condenações anteriores

"O suspeito não se lembra dos casos. Porém, em mais de 30 episódios, ele se recordava de pacientes e de seus comportamentos", declarou a diretora do Ministério Público da mesma cidade, Daniela Schiereck-Bohlemann. Högel foi condenado em 26 de fevereiro de 2015 à prisão perpétua pela morte de dois doentes. Ele cumpre atualmente uma pena de sete anos e meio de prisão por tentativa de assassinato.

O ex-enfermeiro, no entanto, confessou a um psiquiatra outros 50 assassinatos, o que provocou a abertura de novas investigações em janeiro de 2014. E no fim do mesmo ano, mencionou outras 60 tentativas de assassinato. Durante o julgamento em Oldenburgo, Högel pediu perdão às famílias e justificou seus atos pelo "tédio".

O caso foi revelado em 2005, quando um colega de trabalho surpreendeu Högel no momento em que ele aplicava uma injeção não autorizada em um paciente de uma clínica de Delmenhorst.

 

RFI/© Fournis par RFI

Rui desembarca em Kiev e...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

thumbnail 25467518042 66e90974c5 o...dá início à terceira missão internacional nesta segunda.

O governador Rui Costa dá início à terceira missão internacional no Governo do Estado nesta segunda-feira (28), quando desembarca na cidade de Kiev, capital da Ucrânia. No país da Europa oriental, Rui assina, na terça-feira (29), o termo de compromisso com a empresa Indar para que a Bahiafarma forneça insulina no Brasil e construa uma fábrica para produzir o medicamento na Bahia. “A primeira agenda oficial fora do país não significa apenas um marco para nossa indústria farmacêutica. A parceria com a empresa ucraniana assegura mais desenvolvimento e geração de empregos para a Bahia. Nossa principal meta nesta missão internacional é trabalhar pelos baianos”, afirmou o governador.  

Com a assinatura desta terça, a Bahiafarma será o único laboratório farmacêutico produtor de insulina no Nordeste e um dos poucos no mundo. O Ministério da Saúde já aprovou o projeto de produção de insulinas do laboratório público baiano por meio da Portaria 1.993, publicada no Diário Oficial da União neste mês de agosto, com efeito imediato. Com a publicação, a Bahiafarma passa a estar apta a fornecer o medicamento ao Sistema Único de Saúde (SUS) e vai ser responsável pelo fornecimento de 50% da demanda de insulinas do Ministério.  

China

Após o compromisso na Ucrânia, Rui retorna à China para dar continuidade às negociações que estão destravando projetos importantes para o desenvolvimento do estado, a exemplo do Porto Sul e da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). O desembarque no país asiático será na quarta-feira e já estão agendadas mais de dez reuniões da comitiva baiana com empresários e autoridades locais. 

Entre os compromissos já programados está a assinatura do memorando de entendimento com os representantes das empresas chinesas interessadas na construção da ponte que vai ligar Salvador à Ilha de Itaparica. A partir de agora, os chineses vão realizar estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental, complementares ao projeto de construção e operação do Sistema Viário Oeste, visando rever e validar sua estruturação.

Integram a comitiva do Governo da Bahia os secretários estaduais Fábio Vilas-Boas (Secretaria da Saúde), Bruno Dauster (Casa Civil), Jaques Wagner (Desenvolvimento Econômico), o presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias, e a assessora de Relações Internacionais, Fernanda Régis.

Em outubro de 2015, o governador Rui Costa fez sua primeira missão internacional, na Europa. Em 13 dias, foram cerca de 20 compromissos oficiais em três países: Alemanha, Itália e Espanha. Em março do ano passado, foi a vez de Rui e comitiva do Governo do Estado irem à China com o propósito de acelerar a execução de obras de mobilidade e infraestrutura na Bahia.


Foto: Governador Rui Costa em missão à China em 2016 (Créditos: Diego Mascarenhas/GOVBA)

Secom