Filho De Ex-Zagueiro Serginho Visita Pela Primeira Vez Time Que Pai Foi Revelado E Fala Da Emoção

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

IMG 20180223 WA0216Na manhã desta sexta-feira(23), o filho do ex-jogador Serginho, que morreu em 2004 após sofrer uma parada cardio-respiratória  quando defendia o São Caetano contra o São Paulo, no Morumbi,  visitou pela primeira vez, o treino do Social de Coronel Fabriciano, time que revelou seu pai.

Paulo Sérgio, de 16 anos, carrega o mesmo nome do pai e foi conhecer o local onde o ex-zagueiro se profissionalizou e também foi ídolo, entre os anos de 1995 e 1998.

A visita ocorreu no Estádio Louis Ensch e esta foi a primeira vez que Paulo Sérgio esteve no estádio em Fabriciano.

Ao relembrar a história do pai, a emoção foi inevitável para os atletas, comissão técnica e familiares que o acompanhavam.

“Serginho foi uma referência dentro de campo e poucos sabiam que a história dele começou aqui e se tornou ídolo conquistando acessos. Espero que essa visita motive os jogadores mais novos, para que um dia posam alcançar o que ele conquistou”, disse o técnico Conrado Ramos.

Serginho, que morreu aos 30 anos, é sempre lembrado pela torcida organizada do Social, que possui uma bandeira em homenagem ao ídolo.

O filho falou da emoção que viveu, “Conhecer as raízes de uma coisa que foi tão importante na vida do meu pai, e ver também pelo carinho, amor e respeito que todos tem pela pessoa que ele foi, não só como um ótimo jogador foi uma experiência emocionante.
 O pouco que vivi com ele e as histórias que me contam me fazem ter certeza a cada dia mais que ele foi uma pessoa incrível que por onde passou, cativou todos a sua volta, e tudo isso serve de inspiração não só pra mim, mas tenho certeza que muita gente se espelha na pessoa que ele foi para se tornar alguém melhor
Mesmo no auge da sua carreira ele nunca negou suas raízes e continuou humilde até o fim, ele era especial e com certeza deixou sua marca que ainda vai ficar por muitas gerações.
Nunca havia entrado no campo do Social, mas estar ali, hoje, conhecer a primeira concentração, o primeiro alojamento, os amigos que ainda estão lá foi como se eu tivesse a oportunidade de viver um pedaço da vida que me foi tirada.
Obrigado pai, pelo seu exemplo.”

Paulo Sérgio ganhou de presente uma camisa do alvinegro.

Por Namidia News com informações do Globo.com

Bahia ganhará quatro novos cursos de medicina pelo Mais Médicos

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

thumbnail IMG 9876A Bahia ganhará quatro novos cursos privados de medicina: em Irecê, Brumado, Porto Seguro e Valença. Os municípios foram selecionados pelo 2º edital do Ministério de Educação de expansão de novas vagas pelo Programa Mais Médicos. Se não houver atraso nos prazos, é possível que já haja seleção vestibular para novas turmas ainda no segundo semestre deste ano.
O segundo edital foi lançado em 2015 ainda pela presidente Dilma Rousseff, mas o processo de seleção foi paralisado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) ainda naquele ano. Na tentativa de destravar o edital, o deputado federal Jorge Solla (PT-BA), coordenador na Bahia da Frente em Defesa da Implantação dos Cursos de Medicina, participou de reuniões com ministros do TCU e esteve até com o ministro da Educação do governo Temer, Mendonça Filho, para tratar do assunto.
“Comprovamos juridicamente que o edital não tinha problemas, nos reunimos com a ministra Ana Arraes e ela destravou ainda em junho de 2016. Depois, a missão foi junto ao governo, que segurou a retomada da seleção por pressão das entidades médicas, que queriam um bloqueio de dez anos sem cursos de medicina. Estive com o ministro da Educação e articulamos para que os prefeitos também batessem lá. Da Bahia vieram Elmo, de Irecê, e Eduardo, de Brumado. A pressão deu resultado”, narrou o deputado petista. 
Com a republicação do 2º Edital, o governo Temer modificou alguns critérios e municípios que antes estavam selecionados ficaram de fora: Senhor do Bonfim, Ribeira do Pombal e Euclides da Cunha. A próxima fase para os selecionados é a escolha da instituição de ensino privada que abrirá os novos cursos em cada município. juntam a Jacobina, Alagoinhas, Eunápolis, Itabuna, Juazeiro e Guanambi já abriram as primeiras turmas através do primeiro edital.
Assessoria de Imprensa - Deputado Jorge Solla (PT-BA)
Rafael Rodrigues

STJ libera Wesley da prisão

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

joesley deixa prisãoWesley Batista, um dos sócios da JBS, teve a pena de prisão preventiva substituída por medidas cautelares de acordo com decisão da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A informação foi divulgada pelo G1, na tarde desta terça-feira (20). O irmão dele, Joesley Batista, segue preso, por ter um segundo mandado de prisão contra ele.

A decisão do STJ define que Wesley Batista: terá de comparecer em juízo e manter endereço atualizado; ficará proibido de se aproximar e ter contato com outros réus e testemunhas; ficará proibido de ocupar cargo no conjuntos de empresas envolvidas no caso; ficará proibido de deixar o Brasil sem autorização e, será submetido a monitoração eletrônica.

Wesley ocupa uma das celas da Superintendência da Polícia Federal, na capital paulista, desde setembro do ano passado, quando foi detido, na segunda fase da Operação Tendão de Aquiles.

Os mandados foram expedidos pela 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, a pedido da PF, dentro das investigações sobre o uso indevido de informações privilegiadas em transações no mercado financeiro, entre 24 de abril e 17 de maio deste ano. Nesse período, foram divulgados dados relacionadas a acordo de colaboração premiada firmado pela J&F com a Procuradoria-Geral da República.

O inquérito apura ordens de venda de ações de emissão da JBS S/A na Bolsa de Valores pela empresa controladora, a FB Participações S/A, e a compra dessas ações em mercado, por parte da JBS. Com as irregularidades, o mercado era manipulado, fazendo com que os acionistas absorvessem parte do prejuízo gerado pela baixa das ações. As informações são da Agência Brasil.

Outra situação foi a intensa compra de contratos de derivativos de dólares pela JBS S/A, em desacordo com a movimentação usual da empresa, que se favoreceu com a alta da moeda norte-americana após o dia 17 de maio.

Fonte: NMB

Pesquisadores analisam Lei do Descanso do Caminhoneiro

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

caminhoneiros1No Brasil, cerca de 2 milhões de caminhoneiros percorrem as estradas diariamente. Dada a importância desse grande contingente de trabalhadores, pesquisadores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP buscaram analisar os efeitos da Lei do Descanso e da Lei do Caminhoneiro, instituídas nos últimos anos, no perfil desses profissionais no País. O estudo revelou que, mesmo após mudanças na legislação, jornadas de trabalho exaustivas e baixa remuneração ainda marcam a vida nas estradas.

O trabalho envolveu, primeiramente, elencar variáveis que identificassem os motoristas de caminhão no Brasil, assim como suas características individuais e socioeconômicas, tais como sexo, etnia, região onde residem, nível de escolaridade, rendimento, horas trabalhadas e formalização.

“Realizamos a análise descritiva dessas características tanto por regiões do Brasil, quanto no período contemplado pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (PNAD-IBGE), entre os anos de 2002 a 2015.” Os dados mostram que 80% dos caminhoneiros possuem entre 30 e 60 anos; 85% ganham entre um e três salários mínimos; 58% trabalham com carteira assinada e 27%, por conta própria; 58% têm Ensino Fundamental completo e 35%, Ensino Médio completo; 43% trabalham mais do que a lei determina (44 horas semanais).
.
“Este número de profissionais representa 3,4% da população economicamente ativa de homens no Brasil”, aponta o economista Lucas Lima, autor de uma pesquisa que analisa o perfil socioeconômico dos motoristas de caminhão no Brasil. “Também investigamos o efeito da Lei do Descanso, que passou a vigorar no ano de 2012, e da Lei do Caminhoneiro, que entrou em vigor em 2015, sobre a jornada de trabalho, o rendimento e a formalização do trabalho dos motoristas de caminhão”, complementa.

“Para estes trabalhadores, há grande evidência científica das mais diversas áreas, tanto no Brasil quanto no exterior, dos diversos problemas que enfrentam. Tais problemas envolvem fundamentalmente acidentes e transtornos de saúde, decorrentes, principalmente, de estresses causados pelas jornadas de trabalho exaustivas e pela distância e tempo que os caminhoneiros permanecem longe de amigos e familiares.” De acordo com o pesquisador, isso pode levar a externalidades negativas graves. “Entre outros efeitos, podemos ter o aumento do número de acidentes nas rodovias do País.”

Sobre o efeito da Lei do Descanso, que passou a vigorar no ano de 2012, e da Lei do Caminhoneiro, a qual entrou em vigor em 2015, sobre a jornada de trabalho, o rendimento e a formalização do trabalho dos motoristas de caminhão, a pesquisa observou as variáveis rendimento, número de horas trabalhadas na semana e a probabilidade de ter carteira assinada. “Notamos, para 15 meses após a vigência da legislação, redução de cerca de uma hora para a jornada de trabalho semanal dos caminhoneiros. Contudo, um dos efeitos adversos da vigência da lei foi a diminuição do rendimento desses profissionais em aproximadamente R$ 70,00.”

Caio Albuquerque/ AsCom Esalq

A Bahia mantém segundo lugar em investimentos dos estados em 2017

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

bahiaaaaA Bahia manteve o segundo lugar em volume de investimentos públicos no país em 2017, de acordo com dados divulgados pelo jornal Folha de S. Paulo. Levantamento sobre as despesas liquidadas pelos estados na área mostra que a Bahia, com um total de R$ 2,48 bilhões, ficou novamente atrás apenas de São Paulo, com R$ 8,81 bilhões. Levando-se em conta a proporção entre os respectivos orçamentos, pode-se considerar, em termos relativos, que o governo baiano destinou mais recursos que o paulista para obras e ações que beneficiam diretamente a população.

Publicados na edição do último dia 11, os dados mostram os dois estados nas mesmas posições ocupadas em 2016, quando a Bahia também havia ficado em segundo quando considerados os valores de investimentos em termos absolutos, com a liderança cabendo ao estado mais rico do país.

“As finanças estaduais em todo o país ainda se ressentem dos efeitos da crise econômica, e o cenário em 2017 foi de estagnação, mas conseguimos, tendo à frente o governador Rui Costa, manter o ritmo da arrecadação e o controle rigoroso dos gastos públicos”, afirma o secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório.

Graças a essa estratégia, a Bahia tem assegurado a plena operacionalização da máquina pública, ressalta Vitório. “O trabalho árduo nos permitiu fechar com equilíbrio mais um ano difícil, em dia com os salários dos servidores e os compromissos com fornecedores, mantendo a máquina pública em funcionamento e ainda investindo mais que a maioria dos estados”.

Entre os principais exemplos de investimentos do governo estadual em 2017 estão os novos corredores estruturantes em Salvador, a exemplo da Via Barradão, inaugurada no último sábado (10); a expansão do metrô; a construção e a recuperação de estradas em todo o estado; a implantação de obras de segurança hídrica que minimizam os efeitos da seca; os hospitais regionais do Cacau e da Chapada e as policlínicas regionais; a renovação da frota da Segurança Pública e a implantação dos distritos integrados de segurança no interior; e, na educação, a reforma de escolas, a implantação de escolas culturais e quadras cobertas.

 

Secom