Governo Temer segue derrubando a economia

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

Humberto Costa 2 1Importante setor da economia brasileira, a construção civil registrou forte queda no mês de maio. Segundo dados da Fundação Getúlio Vargas, divulgados nesta sexta-feira (26), o Índice de Confiança da Construção (ICST) do Brasil recuou 2,5 pontos depois de ganhos discretos e retornou ao mesmo nível de oito meses atrás. Em setembro de 2016, a confiança foi de 74 pontos.

O líder da Oposição, Humberto Costa (PT), avalia que a nova queda no setor foi provocada pelo cenário de instabilidade política que vive o País e pela falta de incentivo à área de construção civil por parte do governo de Michel Temer (PMDB).  Para ele, a queda na confiança também pode gerar um efeito cascata em outros setores da economia. 

“Há um ano resolveram tirar, através de golpe, uma presidente eleita e para isso a acusaram de um crime que ela não cometeu. Disseram que isso salvaria a economia e muita gente acreditou. Mas, de lá para cá, o que a gente vê é uma economia em frangalhos e o Brasil afundando cada vez mais em denúncias de corrupção. Para completar, o governo Temer paralisou milhares de obras e não tem nenhum projeto para incentivar a economia brasileira. Faltam políticas para incentivar o crescimento e fazer a roda voltar a girar novamente”, afirmou o senador.  

De acordo com o levantamento, a forte queda do ICST em maio se deve principalmente à baixa perspectiva das empresas quanto ao futuro do País. O Índice de Expectativa (IE) teve queda e chegou aos 84,6 pontos, um recuo de 3 pontos em comparação ao levantamento anterior.  Também mereceu destaque o Nível de Utilização da Capacidade (NUCI) da construção civil, que caiu 0,7 ponto percentual em maio, alcançando 62,1%, menor valor da série histórica.

Segundo o senador Humberto Costa, a economia brasileira só deve ser retomada com a saída de Temer e as eleições diretas. “O cenário econômico no país é muito ruim. Só a escolha de um presidente legitimamente eleito poderá trazer de volta a confiança que o Brasil precisa para fazer a economia voltar aos trilhos”, afirmou. 

 Natália Kozmhinsky

PSB discute situação do País e Diretas Já

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

thumbnail conviteMilitantes e dirigentes do Partido Socialista Brasileiro discutem, neste sábado (27), a possibilidade de realização de eleições diretas para presidente da República e a situação política do País, após a divulgação de denúncias que atingiram Michel Temer e outros agentes da sua base aliada. O encontro será realizado na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB), no Centro Administrativo (CAB), a partir das 9h.

Participam do evento, a presidente estadual do PSB, senadora Lídice da Mata, os deputados Bebeto Galvão (federal), Fabíola Mansur, Marquinho Viana e Ângelo Almeida (estaduais), o vereador de Salvador, Silvio Humberto, além de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores de municípios do interior e integrantes da Executiva Estadual do partido, bem como líderes dos movimentos sindicais, de negritude, LGBT e juventude da sigla.

Assessoria de Lídice

TJBA inaugura novo Cejusc em parceria com Faculdade Dom Pedro II

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

inauguracao cejusc comercio 2 260517Encontrar uma resolução pacífica para os conflitos, sem a necessidade de ingressar com processos judiciais.

A inauguração do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos (Cejusc) - Balcão de Justiça e Cidadania, nesta sexta-feira (26), no bairro do Comércio, em Salvador, é mais um passo do Tribunal de Justiça da Bahia em busca da chamada paz social.

A unidade funcionará de segunda a sexta, sempre das 13h às 18h, graças a uma parceria firmada com Faculdade Dom Pedro II, que irá gerir o estabelecimento com o objetivo de atuar na mediação e conciliação pré-processuais, Justiça Restaurativa e Cidadania.

A população receberá serviço de orientação jurídica gratuita, além de poder submeter ações judiciais aos processos de conciliação e mediação de conflitos relativos às questões cíveis.

Os serviços prestados no Cejusc quanto à realização de audiências de conciliação e mediação serão realizados através de uma integração com o Tribunal de Justiça via sistema processual eletrônico.

A medida busca atender à Política Nacional Judiciária de tratamento dos conflitos de interesses estabelecida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e pelo TJBA.

A Lei de Mediação e o novo Código de Processo Civil determinam que os tribunais de todo o País criem os Cejuscs. Segundo a lei, “os tribunais criarão centros judiciários de solução consensual de conflitos, responsáveis pela realização de sessões e audiências de conciliação e mediação, pré-processuais e processuais, e pelo desenvolvimento de programas destinados a auxiliar, orientar e estimular a autocomposição”.

Representando a presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, durante a cerimônia de inauguração, a coordenadora do Núcleo de Justiça Restaurativa de 2º Grau (Nupemec), desembargadora Joanice Maria Guimarães de Jesus agradeceu à Presidência do TJBA pelo empenho e atenção que vem sendo dado ao tema da Justiça Restaurativa na atual gestão.

A coordenadora do Nupemec destacou a importância de se incluir a Justiça Restaurativa no âmbito do ensino.

"Esse Cejusc que está sendo criado hoje nesse viés da Justiça Restaurativa trará à população um outro encarte social. A população vai se sentir acolhida de uma maneira diferente. Teremos uma melhora na cidadania", afirmou.

inauguracao cejusc comercio 3 260517A desembargadora ainda destacou a importância dos servidores buscarem capacitação para tornarem-se mediadores e conciliadores com atuação técnica através dos cursos oferecidos pelo núcleo de Justiça Restaurativa da Universidade Corporativa do Tribunal de Justiça da Bahia (Unicorp)."O conhecimento não cai do céu. Ele é aprendido, e nós estamos inserindo cursos, congressos, seminários e palestras dentro da Unicorp com esse objetivo", concluiu.

Já a assessora Especial da Presidência para Assuntos Institucionais, juíza Marielza Brandão Franco, destacou que a unidade inaugurada na tarde desta sexta surge para fortalecer o processo de mediação processual e conciliação, e também da Justiça Restaurativa, que classificou como "um instrumento que precisa ser fomentado e discutido" também nas áreas penal e familiar."Espero que possamos com esse núcleo fazer com que haja uma melhor integração entre o tribunal de justiças e as faculdades", disse.

"Nós temos interesse ao que se refere a uma parceria de forma a atender as demandas dos colaboradores, dos funcionários do Tribunal de Justiça. Nós temos ferramentas para levar cursos de extensão, de especialização, de modo a capacitar esses colaboradores do tribunal, dando a eles condições de pleitear até uma posição melhor em seu local de trabalho", afirmou o presidente do Grupo Unidom, Professor Luiz Brandão.

A coordenadora da unidade inaugurada, professora Adriana Santos, ainda salientou que a prestação desses serviços a comunidade não seriam possíveis sem o apoio de outras entidades parceiras como a Defensoria Pública e a Ouvidoria do estado. "Esse termo é importante para nós e um grande serviço de relevância", disse.

Texto: Ascom TJBA / Fotos: Nei Pinto

Deputado devolve os 35 mil que ‘faltavam’ na mala

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

rocha louresFlagrado em imagens correndo com uma mala recheada com 500.000 reais em propina, o deputado federal afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) informou nesta quinta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) que depositou, em uma conta judicial do STF, 35.000 reais. O valor é exatamente a cifra que estava faltando quando a defesa do parlamentar procurou a Polícia Federal, na segunda-feira, para devolver todo o conteúdo da mala.
Segundo as apurações da Procuradoria-Geral da República (PGR), a quantia de 500.000 reais representava a primeira parcela da propina a ser paga pela JBS. Conforme a delação de Joesley, a empresa enfrentava problemas no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) envolvendo uma disputa entre a empresa e a Petrobras no fornecimento de gás para uma termelétrica em Cuiabá, que pertencia à holding, e queria pagar para que o Executivo defendesse seus interesses no órgão antitruste.
Na noite desta segunda-feira, a defesa de Rocha Loures devolveu a mala de propina aos policiais federais, mas, conforme documento da PF, na sacola de dinheiro devolvida às 21h20 havia 9.300 cédulas de 50 reais, o que totaliza 465.000 reais. Trinta e cinco mil reais simplesmente haviam sumido.
Em ações monitoradas pela PF e que embasam o inquérito em que o presidente Michel Temer é investigado, o deputado foi gravado tratando da propina com o diretor de relações institucionais da JBS, Ricardo Saud, e depois recebendo o dinheiro numa pizzaria de São Paulo no dia 24 de abril. Nas imagens, ele aparece saindo do restaurante às pressas arrastando a mala de rodinhas e a colocando no porta-malas de um táxi — ele havia entrado no estabelecimento de mãos vazias.
O vídeo foi feito depois de Joesley ter gravado Temer em uma reunião fora da agenda oficial no Palácio do Jaburu. No encontro, o presidente indicou Loures como seu interlocutor para tratar de assuntos de interesse do empresário no governo federal. O deputado, que era suplente até março deste ano, trabalhava como assessor do presidente desde 2011. Naquele mês, deixou o Planalto para assumir a cadeira na Câmara deixada por Osmar Serraglio (PMDB-PR), nomeado ministro da Justiça.
 
Por Laryssa Borges/Foto: Divulgação

Homem agrediu namorada após ouvi-la cantar...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

marilia mendonca...música de Marília Mendonça      
 
 
Um jovem de 23 anos foi acusado de agressão à companheira, de 18 anos, após chegar em casa e ouvi-la cantar a música "Ai que saudade do meu ex", da cantora sertaneja Marília Mendonça. O caso aconteceu em Jerônimo Monteiro, na região Sul do Espírito Santo. Segundo a Polícia Civil, o homem se sentiu ofendido pela música cantada pela jovem e a agrediu com um pedaço de madeira. Ele foi enquadrado na Lei Maria da Penha e responde em liberdade pelo crime, ocorrido no fim do mês de abril. O casal morava junto há dois anos.
De acordo com o depoimento da jovem à Polícia Civil, uma amiga revelou a ela que havia visto o rapaz com uma outra mulher na garupa de sua moto. A vítima, então, foi até a casa da moça para saber o motivo da carona. Depois, retornou para casa e colocou a música para tocar. Segundo ela, o rapaz, então, teria chegado em casa pela madrugada e, ao ouvi-la cantar o refrão "Ai que saudade do meu ex. Ele que era homem de verdade", entrou na residência e começou a discutir com a jovem.
Ainda segundo a vítima, em um determinado momento da discussão, ele perguntou se não seria "homem de verdade", como diz a música e pegou um pedaço de madeira, atingindo a jovem nas costas. Ele ainda desferiu socos e chutes contra ela. De acordo com a Polícia, a vítima ainda arremessou uma pedra na direção do agressor, mas não conseguiu acertá-lo.
A jovem foi levada para uma unidade hospitalar na região e foi liberada com escoriações, mas não teve feridas graves. O homem vai responder em liberdade pela agressão.
 
Extra/Foto: Reprodução/Instagram