Histórias emocionantes de cinco vereadores...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Juazeiro

...que receberam o título de cidadão juazeirense.

IMG 3857Numa solenidade muitas histórias e emoção, cinco vereadores receberam o título de cidadão juazeirense: Anderson Alves da Cruz (PP), Anastácio José de Assis (PROS), Bené Marques (PSDB), Eduardo Lopes (PCdoB) e Joca Cabeleleiro (PSB). Cada vereador foi convidado a contar sua história com Juazeiro.

Compondo a mesa os vereadores Damião Medrado (PSD), Antônio Tiburcio Caffé (PROS), o vice-prefeito Irmão Francisco Oliveira, o diretor licenciado do SAAE, Joaquim Medeiros Neto, o ex-secretário de governo Paulo Bonfim e o presidente da Federação das Associações de Juazeiro – FAMEAJ – Francisco Odécio, Chico Bitu; O advogado Jaime Badeca Filho foi convidado a ocupar a mesa.

O título outorga a quem os recebe a cidadania juazeirense, mas o vereador Anderson Alves discordou, “Eu sempre senti Juazeiro minha terra, aqui eu trabalhei, estudei, tive família, constitui a minha própria família e hoje estou vereador, legislando pela cidade”, afirmou revelando que antes de chegar no município havia morado na rua. Anderson nasceu em Presidente Venceslau, interior de São Paulo e depois de idas e vindas por vários estados fixou residência na cidade baiana.

O vereador Anastácio Assis é natural Piaui e por intermédio de seus tios veio residir em Juazeiro. “Agente vem de uma trajetória que só Deus sabe o dia e a hora. A família prosperou e somo conhecidos como a Família Piauiense”, conta. Anastácio é Bombeiro Militar e comerciante. “Nós temos consciência do tanto que contribuímos, social e economicamente para Juazeiro”, analisou.

“Já me sinto Juazeirense de fato. Meu pai nos tirou de um deserto e nos trouxe para esta terra que nos deu tudo”, contou o vereador Bené explicando que é natural do Ceará que nos anos 70 teria vindo para Juazeiro. “Enfrentamos o lixo de juazeiro, e que na época só compravam osso e papelão. Hoje você encontra de tudo no lixo!”, revelou e completou, “Dedico este título ao sorveteiro, pipoqueiro e todos os trabalhadores dessa cidade”, finalizou.

O vereador Eduardo Lopes, natural de Lagoa do Ouro-PE, engajou-se na política ainda adolescente junto com os amigos reivindicando a reforma do Clube do Projeto Curaçá para realização da sua formatura de 8ª série. “Em 89 viemos para Juazeiro em busca de vida melhor e nos instalamos no Projeto Curaçá. Quando eleito vereador conheci de perto a condição de vida de uma parcela da população que me deixou emocionado”, revelou. 

Porém, Lopes anunciou que está se afastando da condição eletiva de candidatura política, mas não das lutas por melhores condições de vida.

O último homenageado da noite foi apelidado com o nome do ex-prefeito de Juazeiro, Joca de Souza Oliveira. De acordo com o amigo Jaime Badeca, Josival Barbosa de Souza, o Joca Cabelereiro sempre foi envolvido em política. São 40 anos da profissão que o tornou conhecido na cidade. O suplente de vereador é natural de Santana do Sobrado, distrito de Casa Nova.

No encerramento da sessão, o presidente Damião Medrado (PSD), homenageou todos os vereadores que receberam o título de cidadão juazeirense destacando as qualidades e a contribuição de cada um nessa legislatura. Estavam presentes à solenidade os vereadores, Amilton Ferreira (PSL), Sargento Bastos (PROS), Valdeci Alves (PMDB), Suzanna Ramos (PSDB), Agnaldo Meira (PCdoB), Dalmir Pedra (PP), Mitonho Vargas (PT), Fábio Luiz (PSB), Jean Gomes (PT) e Pedro Alcântara Filho (PT).

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar